Blog

4 (2)

3 Fatos sobre a Reincidência direito penal que todos devem conhecer!

Picture of Por Easyjur

Por Easyjur

Pode-se dizer que a Reincidência direito penal se tornou um dos assuntos mais comentados em todo o Brasil na atualidade, algo que possui inúmeros fontes e motivos distintos, mas de certo o crescimento exponencial apresentado pelo mundo e mercado de direito em si é um dos principais. Infelizmente, este crescimento também nos mostra um grande índice de desenvolvimento de dúvidas e questionamentos referentes ao assunto.

Na grande maioria dos casos, estas dúvidas são desenvolvidas por conta de falhas durante a aprendizagem dos conceitos mais simples por trás da Reincidência direito penal, e pensando nisso, nós da equipe EasyJur resolvemos vir explicar de forma breve e direta estes pontos, para que assim, você possa compreender completamente as características e objetivos por trás da reincidência.

Ainda vale dizer que, para complementar os seus conhecimentos gerais, também resolvemos trazer 3 fatos sobre a Reincidência direito penal que costumam impressionar e chamar a atenção de todos que as conhecem. Sendo assim, caso você realmente possua algum interesse sobre a reincidência, recomendamos que você se atente ao máximo em todo o decorrer do artigo a seguir.

Mas afinal, o que é reincidência direito penal?

Antes de falarmos sobre os 3 fatos referentes a reincidência direito penal, é essencial falarmos sobre a definição e demais pontos básicos sobre o assunto, já que, mesmos sendo um termo que está se tornando extremamente comum e aparecendo com grande frequência na atualidade, não podemos negar que ainda existem milhares de dúvidas relacionados e referentes ao mesmo que dominam significativa parte da sociedade.

Sendo assim, podemos dizer que a reincidência direito penal ocorre quando um determinado agente, após ter sido condenado de forma definitiva por outro crime, acaba cometendo um novo delito dentro de um prazo inferior a cinco anos entre a data do novo delito e do cumprimento ou extinção da pena da antiga infração. 

A partir disso, a reincidência se torna uma realidade, agindo como uma agravante, e assim, visa punir com mais severidade aquele que, uma vez condenado, volta a praticar delitos, demonstrando que a sanção aplicada não foi suficiente para intimidá-lo ou recuperá-lo completamente. 

Reincidência direito penal
Reincidência direito penal

 

Tipos de reincidência

Vale citar que existem três tipos distintos de espécies de reincidência, os quais tendem a ocasionar no desenvolvimento de ainda mais dúvidas e questionamentos, entretanto, você notará que é bem fácil de entender seus conceitos e objetivos. Esses tipos são:

 

  1. Reincidência Real: este tipo de reincidência é computada apenas quando o agente já cumpriu integralmente a pena pelo crime anterior; 
  2. Reincidência Ficta: este tipo adotado pela legislação brasileira acaba entrando em vigor apenas quando existe a ocorrência da condenação anterior; 
  3. Reincidência específica: por fim, este tipo se torna uma realidade quando o delito anterior e posterior integra os crimes citados no artigo 83, V, do Código Penal, ou seja: crime hediondo, prática de tortura, tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afim, e terrorismo. 

Principais efeitos da reincidência

Também é de extrema importância que você conheça os efeitos da reincidência, pelo menos os principais que acabam chamando uma maior atenção de todos, e assim, se destacam, que são: agravamento da pena, aumento do prazo para concessão do livramento condicional, impedimento da substituição da pena privativa de liberdade por restritiva de direitos e da concessão do sursis, quando de tratar de crimes dolosos, interrupção do prazo da prescrição, entre outros.

Conheça e análise por conta própria o Código Penal

É impossível entender todos os conceitos, características, normas, objetivos, funcionamento e até mesmo a importância por trás da reincidência direito penal sem analisar por conta própria a extensão do Código Penal, já que tal código é o principal responsável por possibilitar que termos como a reincidência existam. 

Tendo isso em mente, antes de continuarmos nos aprofundando no assunto, para que você desenvolva uma base de conhecimentos extremamente sólida e segura, recomendamos que você observe por conta própria o Código Penal, e para iniciar, comece analisando os seus primeiros artigos e normas:

“Art. 1º – Não há crime sem lei anterior que o defina. Não há pena sem prévia cominação legal. 

Art. 2º – Ninguém pode ser punido por fato que lei posterior deixa de considerar crime, cessando em virtude dela a execução e os efeitos penais da sentença condenatória.

Parágrafo único – A lei posterior, que de qualquer modo favorecer o agente, aplica-se aos fatos anteriores, ainda que decididos por sentença condenatória transitada em julgado.

Art. 3º – A lei excepcional ou temporária, embora decorrido o período de sua duração ou cessadas as circunstâncias que a determinaram, aplica-se ao fato praticado durante sua vigência.

Art. 4º – Considera-se praticado o crime no momento da ação ou omissão, ainda que outro seja o momento do resultado.

Art. 5º – Aplica-se a lei brasileira, sem prejuízo de convenções, tratados e regras de direito internacional, ao crime cometido no território nacional.

 

  • 1º – Para os efeitos penais, consideram-se como extensão do território nacional as embarcações e aeronaves brasileiras, de natureza pública ou a serviço do governo brasileiro onde quer que se encontrem, bem como as aeronaves e as embarcações brasileiras, mercantes ou de propriedade privada, que se achem, respectivamente, no espaço aéreo correspondente ou em alto-mar.
  • 2º – É também aplicável a lei brasileira aos crimes praticados a bordo de aeronaves ou embarcações estrangeiras de propriedade privada, achando-se aquelas em pouso no território nacional ou em vôo no espaço aéreo correspondente, e estas em porto ou mar territorial do Brasil.

 

Art. 6º – Considera-se praticado o crime no lugar em que ocorreu a ação ou omissão, no todo ou em parte, bem como onde se produziu ou deveria produzir-se o resultado.

Art. 7º – Ficam sujeitos à lei brasileira, embora cometidos no estrangeiro:

 

I – os crimes:

 

  1. a) contra a vida ou a liberdade do Presidente da República;
  2. b) contra o patrimônio ou a fé pública da União, do Distrito Federal, de Estado, de Território, de Município, de empresa pública, sociedade de economia mista, autarquia ou fundação instituída pelo Poder Público;
  3. c) contra a administração pública, por quem está a seu serviço;
  4. d) de genocídio, quando o agente for brasileiro ou domiciliado no Brasil;

 

II – os crimes:

 

  1. a) que, por tratado ou convenção, o Brasil se obrigou a reprimir;
  2. b) praticados por brasileiro;
  3. c) praticados em aeronaves ou embarcações brasileiras, mercantes ou de propriedade privada, quando em território estrangeiro e aí não sejam julgados.

 

  • 1º – Nos casos do inciso I, o agente é punido segundo a lei brasileira, ainda que absolvido ou condenado no estrangeiro.
  • 2º – Nos casos do inciso II, a aplicação da lei brasileira depende do concurso das seguintes condições:

 

  1. a) entrar o agente no território nacional;
  2. b) ser o fato punível também no país em que foi praticado;
  3. c) estar o crime incluído entre aqueles pelos quais a lei brasileira autoriza a extradição; 
  4. d) não ter sido o agente absolvido no estrangeiro ou não ter aí cumprido a pena;
  5. e) não ter sido o agente perdoado no estrangeiro ou, por outro motivo, não estar extinta a punibilidade, segundo a lei mais favorável.

 

  • 3º – A lei brasileira aplica-se também ao crime cometido por estrangeiro contra brasileiro fora do Brasil, se, reunidas as condições previstas no parágrafo anterior:

 

  1. a) não foi pedida ou foi negada a extradição;
  2. b) houve requisição do Ministro da Justiça.

 

Art. 8º – A pena cumprida no estrangeiro atenua a pena imposta no Brasil pelo mesmo crime, quando diversas, ou nela é computada, quando idênticas…”

Reincidência direito penal
Reincidência direito penal

Artigo 63

Devemos ressaltar que, em meio ao Código Penal, podemos contar com o artigo 63, o qual é responsável por determinar e regulamentar as características e normas por trás da reincidência direito penal, ou seja, se você realmente deseja entender completamente tal termo, é fundamental que dê uma maior atenção para este artigo em específico, e para lhe ajudar, separamos o mesmo neste tópico: 

 

“Art. 63 – Verifica-se a reincidência quando o agente comete novo crime, depois de transitar em julgado a sentença que, no País ou no estrangeiro, o tenha condenado por crime anterior. (Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)”

3 fatos sobre a reincidência direito penal que você precisa conhecer!

Com isso, finalmente chegou o momento de falarmos sobre os 3 fatos da Reincidência direito penal que costumam impressionar a todos, e por isso, é fundamental que você os conheça!

Existe um motivo por trás da existência do conceito de Reincidência

Poucas pessoas sabem, mas na realidade, a Reincidência direito penal foi desenvolvida por um motivo bem específico: para ser utilizada como uma forma do sistema jurídico mostrar intolerância com quem repete um erro penalmente relevante.

A Reincidência acontece somente em determinadas condições

Também devemos destacar que existe uma condição que possibilita a configuração de uma reincidência, que é: é fundamental que o segundo crime ocorra depois do trânsito em julgado da primeira condenação.

A Reincidência apresenta prazo de duração

Por fim, mas não menos importante, também podemos citar que a Reincidência direito penal apresenta um prazo de duração, que é resumido a 5 anos, se iniciando a partir da decisão que decreta extinta a pena pelo cumprimento.

Reincidência direito penal

Conteúdos

relacionados

Pode-se dizer que a reincidência direito penal se tornou um dos assuntos mais comentados...
Picture of Easyjur

Easyjur

30/05/2023

Nosso Compromisso

com o seu sucesso

Pessoas

Conectamos advogados, simplificamos processos e impulsionamos a transformação digital

Processos

Com metodologia ágil, simplificamos a gestão e fortalecemos a justiça, gerando resultados exponenciais

Tecnologia

Automatizamos tarefas, impulsionamos a eficiência e oferecemos soluções inovadoras

pri vini easyjur

Planos Easyjur

O plano perfeito para você!

Solução completa para tornar sua Advocacia mais ágil e lucrativa

Growth Plus

Ideal para grandes escritórios

R$

2499

/mês
checkmark m
200GB Docs em Nuvem
checkmark m
2.500 Pushs de Andamentos
checkmark m
05 Advogados Intimações
checkmark m
20 Usuários Inclusos
checkmark m
TUDO DO GROWTH
checkmark m
Editor Legal Design
checkmark m
Website Integrado Legal CRM
checkmark m
Relatórios Avançados
checkmark m
Acesso para clientes ilimitado
checkmark m
Jurisprudências Integradas
checkmark m
Smart Docs (breve)*
checkmark m
Assinatura Digital (breve)*
checkmark m
Peticionamento (breve)*

Growth

Ideal para grandes escritórios

R$

1499

/mês
checkmark m
80GB Docs em Nuvem
checkmark m
800 Pushs de Andamentos
checkmark m
03 Advogados Intimações
checkmark m
10 Usuários Inclusos
checkmark m
TUDO DO ENTERPRISE +
checkmark m
IVO – Inteligência Artificial
checkmark m
Legal Analytics Tool
checkmark m
Cálculos Monetários
checkmark m
Regras Cobrança Personalizadas
checkmark m
Automação Faturamento
checkmark m
Campos Personalizados
checkmark m
Acesso para 300 clientes
checkmark m
Jurisprudências Integradas

Enterprise

Ideal para escritórios de médio porte

R$

589

/mês
checkmark m
40GB Docs em Nuvem
checkmark m
300 Push de Andamentos
checkmark m
02 Advogados Intimações
checkmark m
05 Usuários Inclusos
checkmark m
TUDO DO PREMIUM +
checkmark m
Workflow de Tarefas Ágil
checkmark m
Gamificação de Atividades
checkmark m
TimeSheet Dinâmico
checkmark m
Controle Orçamentário
checkmark m
Gestão Estratégica
checkmark m
** Emissão de Boletos e NFs
checkmark m
Área de acesso para 200 Clientes
checkmark m
Jurisprudências Integradas

Premium

Ideal para escritórios de pequeno porte

R$

279

/mês
checkmark m
30GB Docs em Nuvem
checkmark m
200 Push de Andamentos
checkmark m
01 Advogado Intimações
checkmark m
02 Usuários Inclusos
checkmark m
** Telefonia Voip EasyCall
checkmark m
Gestão de Processos Ilimitados
checkmark m
Gestão Financeira
checkmark m
Automação de Documentos
checkmark m
Agenda de Prazos
checkmark m
Demandas Consultivas
checkmark m
Legal CRM
checkmark m
Contratos e Relatórios
checkmark m
Área de Acesso para 100 Clientes
checkmark m
Jurisprudências Integradas

Start

Ideal para advogados solo

R$

79

/mês
checkmark m
5GB Docs em Nuvem
checkmark m
50 Push de Andamentos
checkmark m
01 Advogado Intimações
checkmark m
01 Usuário Incluso
checkmark m
Cadastro de Clientes
checkmark m
Gestão de Processos
checkmark m
Agenda de Prazos
checkmark m
Cadastro de até 200 Processos
3 Fatos sobre a Reincidência direito penal que todos devem conhecer!
4 (2)

30/05/2023

Sumário

Automatize suas demandas jurídicas para seu escritório lucrar 10x mais
teste de 14 dias
Automatize suas demandas jurídicas para seu escritório lucrar 10x mais
teste de 14 dias
plugins premium WordPress
Categorias
Materiais Gratuitos